Plano de classificação

 

Mensageiro do Tejo – Mensário Para Os Concelhos de Entroncamento, Golegã e Vila Nova da Barquinha

Detalhes do registo

Informação não tratada arquivisticamente.

Nível de descrição

Subcoleção Subcoleção

Código de referência

PT/AMCTC/CIPL-C

Tipo de título

original

Datas de produção

2000-06 A data é certa a 2002-06 A data é certa

Dimensão e suporte

430 x 305 mm - Papel

Entidade detentora

Arquivo Municipal de Constância

Produtor

Gazeta do Tejo Comunicação Social, Lda.

História administrativa/biográfica/familiar

Com origem no ano de 2000 o Mensageiro do Tejo, propriedade da Gazeta do Tejo Comunicação Social, Lda. e dirigido por José Maria Horta Silvares da Luz, teria o primeiro número publicado em julho desse ano. É registado com o número 123612 e com o número de Depósito Legal 151917/00.

O primeiro número do Mensageiro do Tejo exprime no “Estatuto Editorial” o seguinte: “1. … é um periódico de informação local e regional, de cariz humanista, em que a actualidade noticiosa tem primazia. A sua área de acção abrange, essencialmente, os concelhos do Entroncamento, Golegã e Vila Nova da Barquinha. 2. O «MT» tem por atribuição particular, contribuir para o desenvolvimento da cultura e identidade regional, através do conhecimento e compreensão do ambiente social, politico dos concelhos atrás citados e favorecer uma visão da problemática regional, integrada no todo nacional.”

O valor do primeiro número era de 100$00 e a assinatura anual de 1.200$00.

Âmbito e conteúdo

Título: Mensageiro do Tejo – Mensário Para Os Concelhos de Entroncamento, Golegã e Vila Nova da Barquinha.

Responsabilidade: diretor José Luz (2000 - 2002).

Publicação: Visualarte, Lda.

Periodicidade: Mensal.

Assuntos: Fundo Local; Constância; Portugal; Publicações em série, Informação regional.

Existências: 1-24

Sistema de organização

Organizados por título e dentro destes cronologicamente.

Condições de acesso

Protegido pelo Código do Direito de Autor e dos Direitos Conexos. O que significa que a reprodução e utilização dessas publicações periódicas apenas é permitida no âmbito privado ou com fins pedagógicos ou de investigação.

A menção dos responsáveis por essas publicações periódicas é obrigatória sempre que as mesmas forem utilizadas.

O acesso e comunicabilidade dos originais atenderão ao seu estado de conservação.

Condições de reprodução

A reprodução de documentos encontra-se sujeita a algumas restrições tendo em conta o tipo dos documentos, o seu estado de conservação, o fim a que se destina a reprodução.

Reprodução sujeita à tabela emolumentar em vigor.

Idioma e escrita

Português

Características físicas e requisitos técnicos

Bom

Instrumentos de pesquisa

HEMEROTECA DIGITAL: A Coleção de Imprensa Local do Arquivo Municipal de Constância – Catálogo.

Portal do Arquivo Municipal de Constância – http://arquivo.cm-constancia.pt.

Portal Português de Arquivos – http://portal.arquivos.pt.

Existência e localização de cópias

Arquivo Municipal de Constância

Rua Marquês de Pombal, n.º 10

2250-069 - Constância, Portugal

Notas

Documentos cedidos temporariamente para reprodução digital pelo Prof. José Maria Horta Silvares da Luz.